Blog

publicado em 27 de abril de 2021

O Consumo de Energia e o Impacto Ambiental

No primeiro trimestre deste ano, mais precisamente em março, o Brasil registrou o aumento do consumo de energia, algo em torno de 6% comparado ao ano de 2020, segundo dados da ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico). Isso aconteceu por alguns motivos, entre eles, as ações para a desaceleração da pandemia, tendo em vista que a população permaneceu por mais tempo em suas casas.

Um outro motivo foi o aumento da temperatura nos últimos meses, registrados por todo o país, comparados também ao ano de 2020. Isso fez com que a população acionasse o sistema de climatização com mais frequência, multiplicando ainda mais o consumo em todo o Brasil.

O aumento na fatura de energia foi significativo, influenciando também o uso de recursos naturais para a produção da mesma, preocupando população, ONGs e algumas autoridades sobre o futuro do meio ambiente. Com as secas, as queimadas e todas as catástrofes que vem acontecendo ao longo dos anos, empreendedores em geral estão investindo em soluções para amenizar o impacto ambiental.

Uma das soluções encontradas foram os sistemas de energia solar. Desde o ano de 2020, a aquisição destes sistemas cresceu 70% em todo o país, e, 2021 não deve ser diferente. Agricultores, indústrias, residências e comércios em geral, fazem parte desta procura. Além da economia, tendo em vista o mercado atual, a preocupação com os recursos naturais também é válida.

A energia solar é uma das alternativas, já que utiliza a energia do sol que é limpa, renovável e infinita. Através dos painéis solares, os raios solares são captados e transformados em energia. Estes sistemas, tanto de aquecimento de água quanto os sistemas fotovoltaicos (energia solar), contribuem muito para a corrida contra os impactos ambientais. A preocupação desta parte da população é significativa e vem aumentando com o tempo, afinal, o meio ambiente é o futuro de toda a população.